Reposição por gravidade com bóia ou bomba com relé de nível? Qual é mais seguro?

12 December 2018
109
49
28
Rio de Janeiro
#1
Minha caixa de reposição vai ficar acima do sump, em uma prateleira, tenho a opção e as peças pra fazer os dois sistemas, qual seria o mais seguro?
Por quê?
Quais os prós e contras de cada um?

Enviado de meu Lenovo K33b36 usando o Tapatalk
 
19 April 2017
128
151
43
39
São Paulo Capital
#2
Cristiano, tudo bem? Nunca tive repositora por gravidade, mas acho que é mais seguro e eficiente que por bomba e eclusa eletrônica ou sensor ótico pois o sistema é simples, não depende de eletrônica, não gasta energia. A desvantagem é, se você colocar dentro do móvel, embaixo do sump, o volume de reposição seria menor e teria que encher mais vezes. Se isso for um empecilho para você. Senão eu iria com a opção por bóia.

Já no caso da resposição por sensor e bomba, existem sistemas muito bons, mas todos com possibilidade de falha.
No meu reef por exemplo eu tenho sensor ótico e também o sistema ATK da APEX. Sensor mais baixo como segurança apenas. Os 2 já deram problema. O sensor já deixou de acionar a bomba na repositora e passou do ponto, esvaziando o sump. O ATK também já entupiu a passagem de água e a programação dele depende do sistema. As eclusas eletrônicas pra mim hoje em dia são mais confiáveis, no FO tenho 2 instaladas e já tive problema de travar e ficar enchendo o aquário. Por ter 2, a segunda segurou a resposição. neste caso uso 2 em paralelo, uma em cada nível. Mesmo assim se não fizer manutenção e ficar de olho pode dar problema. Ou simplesmente queimar etc.

Então, vendo por todos estes pontos, hoje eu partiria para o sistema de bóia mecânica. Não sei ao certo que problemas podem existir com a bóia, os que usam podem falar. Mas acho que todo sistema precisa de manutenção periódica. Nada é infalível.
 
16 Outubro 2014
408
230
43
52
Lagoa Santa/MG
#4
Cristiano, vai de bóia de filtro mesmo. De minha parte tenho há pelo menos 4 anos sem qualquer problema. O único porém é que com o passar dos anos há uma chance, como aconteceu comigo, de a bóia ir absorvendo água e ficando mais pesada. No meu caso apenas fiz um pequeno furo nela, esgotei a água e depois tampei o furo com cola quente. Voltou a ficar "zero km" novamente!
 
#6
Independente do mecanismo, será mais seguro se houver redundância.
Tanto a bóia quanto sensor de nível podem travar, seja por falha mecânica, corrosão, snail, etc.
Por este motivo que ATO de qualidade usam 2 ou mais sensores. O da Tunze, por exemplo, usa um sensor de contato e outro ótico.
 

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom