Ajuda com variação de parâmetros

Eduardo Dias

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
14 Junho 2017
2.270
3.277
113
Santana de Parnaíba - SP
#61
Sim, vai vir uma pessoa encarregada de encher a água de reposição no meio da viagem. Sobre o controle de temperatura, estou providenciando certinho (criei um tópico até) e também estou providenciando um nobreak, embora aqui, em quase 8 anos, nunca acabou a energia por mais de 30 minutos, mas pode acontecer né... Nunca se sabe!
A alimentação ficará por conta do alimentador automático, vai dar tudo certo! Essa viagem vai ser uma das mais curtas, já fiquei beeem mais tempo fora, rsrs
Abs, João
Boa. No alimentador se usar flocos esses podem umidificar e grudarem, convém testar antes. Grãos são bem melhores, mas infelizmente às vezes os peixes não gostam.
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#62
Boa. No alimentador se usar flocos esses podem umidificar e grudarem, convém testar antes. Grãos são bem melhores, mas infelizmente às vezes os peixes não gostam.
Sim! Eu uso um mix de ração, tem muita coisa... Mas a maioria é em grão, tem apenas uma ração que é em flocos, e ela gruda uma parte mesmo, embora eu pico ela em diferentes pedaços antes!
Valeu pela ajuda!
 
Likes: Eduardo Dias

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#63
Sim! Eu uso um mix de ração, tem muita coisa... Mas a maioria é em grão, tem apenas uma ração que é em flocos, e ela gruda uma parte mesmo, embora eu pico ela em diferentes pedaços antes!
Valeu pela ajuda!
Todas as vezes que sai de viagem usei a mesma coisa... Sempre deu certo! Os peixes adoram as rações em grão aqui, mas é que já acostumei eles desde que chegaram!
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#64
Boa tarde pessoal!
Seguinte: como descrito no tópico do aquário, adicionei mais corais aqui, dessa vez foram 5 torchs e 1 blasto.
Obviamente, agora o consumo de cálcio, kh e magnésio vai aumentar consideravelmente, e pelo jeito, terei que voltar a dosagem de balling
Percebi que, manter meu aquário na TPA estava no limite... Agora com mais corais, sem chances! Foi isso que os testes apontaram mesmo: fiz uma TPA na sexta-feira, e hoje, por curiosidade, fiz eles. Os resultados foram:
Ca: entre 375 e 380
KH: 5,9
Mg: 1480
O cálcio continua mais ou menos na mesma, agora a reserva caiu bastante! E sobre o magnésio, este achei estranho: sei que é demorado pra ele abaixar, porém em mais de um mês ele não caiu nada! Sempre fica na casa dos 1460, ou 1480! Enfim, vamos esperar mais pra ver se ela cai
O que devo me preocupar é com o cálcio, e principalmente a reserva! Para aumentar eles, vou começar a dosar o balling da Tropic Marin. Porém, tenho algumas dúvidas:
1.Nesse tópico mesmo, o @Alex Costa tinha me recomendado avaliar o consumo do aquário para depois começar a dosar. Bom, já fiz isso antes de colocar esses novos corais. Acham que devo fazer isso novamente? (Pois não adicionei muita coisa aqui, deve ser bem equivalente o consumo ao da última vez)...
2. O @Alex Costa me recomendou também, depois de avaliar o consumo, dosar exatamente a quantidade de cada solução, de acordo com uma calculadora do site da Tropic. Porém, quando fui diluir o balling da Tropic, na solução de KH, adicionei um pouco mais de água que o recomendado (por recomendações de um amigo), já que o sal dessa solução não tinha diluído completamente... Com essa “besteira”, a calculadora do balling não vai funcionar corretamente claro. E agora? O que faço nesse caso? Teria de dosar mais ou menos “no olho” (como o lojista tinha me recomendado, igual descrevi nesse mesmo tópico)? O que é a melhor coisa a se fazer?
Aguardo uma ajuda!
Desde já, agradeço
Abs, João Pedro
 

Diego Carbonari

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
19 April 2017
343
459
63
40
São Paulo Capital
#65
Opa João Pedro, tudo bem? EU nunca dosei balling, uso reator de cálcio, mas vou tentar ajudar e exercitar meu raciocínio aqui. Considerando o princípio do balling de reposição dos carbonatos ionicamente equilibrados, eu antes de mais nada, acertaria essa reserva. Dosaria apenas um buffer de KH (eu uso Alkalin da brightwell para essas situações pois é líquido, mas pode ser o da seachem em pó tb ou algum outro). Após este acerto, que na minha opinião chegaria a 8 em 3 a 4 dias, esperaria mais uns 2 ou 3 dias fazendo testes para analisar o consumo do aquário e faria a dosagem recomendada para o consumo, acompanharia por mais uns 3 a 4 dias para analisar se a dosagem está correta.Tem que considerar também que alguns corais começam a consumir e crescer depois de um tempo de aclimatados, e também existe a questão de pararem de crescer e consumir em determinadas situações ou de repente voc6e percebe um crescimento mais acelerado. Por isso acompanharia depois de regulada a dosagem, principalmente a reserva e o cálcio durante um bom tempo para traçar uma curva e comparar com "seus olhos" o que está acontecendo com os corais versus o que está dosando.
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#66
Opa João Pedro, tudo bem? EU nunca dosei balling, uso reator de cálcio, mas vou tentar ajudar e exercitar meu raciocínio aqui. Considerando o princípio do balling de reposição dos carbonatos ionicamente equilibrados, eu antes de mais nada, acertaria essa reserva. Dosaria apenas um buffer de KH (eu uso Alkalin da brightwell para essas situações pois é líquido, mas pode ser o da seachem em pó tb ou algum outro). Após este acerto, que na minha opinião chegaria a 8 em 3 a 4 dias, esperaria mais uns 2 ou 3 dias fazendo testes para analisar o consumo do aquário e faria a dosagem recomendada para o consumo, acompanharia por mais uns 3 a 4 dias para analisar se a dosagem está correta.Tem que considerar também que alguns corais começam a consumir e crescer depois de um tempo de aclimatados, e também existe a questão de pararem de crescer e consumir em determinadas situações ou de repente voc6e percebe um crescimento mais acelerado. Por isso acompanharia depois de regulada a dosagem, principalmente a reserva e o cálcio durante um bom tempo para traçar uma curva e comparar com "seus olhos" o que está acontecendo com os corais versus o que está dosando.
Opa, primeiramente obrigado pela ajuda!
Então, realmente a coisa mais importante agora é acertar a reserva, é a mais preocupante. No momento eu não tenho nenhum buffer aqui, mas tenho como conseguir... Um produto que gostei bastante foi o carbocalcium da Tropic Marin! A “vantagem” é que ele aumenta tanto a reserva quanto o cálcio junto, além de proporcionar um equilíbrio iônico
Consigo encomendar esse produto hoje, acho que vou fazer isso e dar início a dosagem dele. Outra coisa é que posso usar ele tanto pra subir o cálcio/reserva quanto para deixar elas estabilizadas, após descobrir o consumo
Também irei comprar a dosadora Kamoer X1, para ajudar nessa etapa!
Abs, João Pedro
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
14 Junho 2017
2.270
3.277
113
Santana de Parnaíba - SP
#67
Opa, primeiramente obrigado pela ajuda!
Então, realmente a coisa mais importante agora é acertar a reserva, é a mais preocupante. No momento eu não tenho nenhum buffer aqui, mas tenho como conseguir... Um produto que gostei bastante foi o carbocalcium da Tropic Marin! A “vantagem” é que ele aumenta tanto a reserva quanto o cálcio junto, além de proporcionar um equilíbrio iônico
Consigo encomendar esse produto hoje, acho que vou fazer isso e dar início a dosagem dele. Outra coisa é que posso usar ele tanto pra subir o cálcio/reserva quanto para deixar elas estabilizadas, após descobrir o consumo
Também irei comprar a dosadora Kamoer X1, para ajudar nessa etapa!
Abs, João Pedro
Se vai usar o Carbocalcium (que é muito bom) atenção! Não use o Balling da Tropic Marin, são produtos para o mesmo fim.

Vou lhe passar uma orientação e sem querer parecer pretensioso, sugiro neste momento não ouvir "amigos" e lojistas. Dê chance para apenas uma estratégia:

- meça diariamente a reserva, só ela. Faça isso 3 dias. Talvez já tenha feito e saiba qual o consumo médio diário do seu aquário.

- comece a dosar o Carbocalcium (e só ele) para elevar a reserva para 7,5 a 8 dKh. Mas atenção!! Não fará isso de uma vez. Adicione a dose diariamente no mesmo horário.

- a chegar no horário do dia seguinte, antes de adicionar o produto, meça a reserva e observe se continua a cair abaixo do que estava ontem, se manteve ou subiu. Dessa forma vai ajustando a dose muito lentamente.

- é melhor fazer isso em 15/20 dias que elevar tudo no mesmo dia de 5 para 8 dKh. Se fizer isso pode matar seus corais.

- quando equilibrar consumo com reposição continue nessa dose para sempre até que, nas suas medições no mínimo semanais, perceba que precisa subir ou descer a dose diária.

Pronto! Parece complicado mas não é. Siga isso, mas exatamente assim e duvido errar para equilibrar a reserva alcalina do seu aquário.
 

Diego Carbonari

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
19 April 2017
343
459
63
40
São Paulo Capital
#68
Opa, primeiramente obrigado pela ajuda!
Então, realmente a coisa mais importante agora é acertar a reserva, é a mais preocupante. No momento eu não tenho nenhum buffer aqui, mas tenho como conseguir... Um produto que gostei bastante foi o carbocalcium da Tropic Marin! A “vantagem” é que ele aumenta tanto a reserva quanto o cálcio junto, além de proporcionar um equilíbrio iônico
Consigo encomendar esse produto hoje, acho que vou fazer isso e dar início a dosagem dele. Outra coisa é que posso usar ele tanto pra subir o cálcio/reserva quanto para deixar elas estabilizadas, após descobrir o consumo
Também irei comprar a dosadora Kamoer X1, para ajudar nessa etapa!
Abs, João Pedro
Um relato aproveitando o tópico:

Montei um nano mais ou menos na época que você montou seu aqua. Tem 170L Era pra ser um mudário provisório para corais do aquário principal e para alguns corais que queria tirar de lá para acertar o layout e até vender e também funcionar como quarentena passiva e quarentena de corais.

Ciclei com o método de dosar amônia e bactérias para diminuir o tempo de ciclagem, segui o procedimento que li aqui no fórum e deu certinho. De lá pra cá, faço TPA's mais volumosas, em torno de 15 a 20% por semana pensando justamente em repor os elementos. E acerto os parâmetros que estão um pouco fora do que desejo para o aquário na própria água de TPA. Principalmente o KH, mas já dosei carbocalcium também na água de TPA para ajustar.

Hoje ele está assim como a foto abaixo (foto de ontem - sorry pela qualidade!). Com corais diversos, tridacnas que consomem cálcio e reserva pra caramba, SPS's, softs, LPS, etc. Como pode ver, está bem cheio de corais que demandam todos os elementos, e percebo que acertando o KH principalmente, o aquário está indo super bem. Corais crescendo, abertos, tridacnas felizes, etc. Os sps's são mais simples, calendrium, digitatas, montíporas, mas vejo que as TPA's são fundamentais para reposição dos elementos.

Neste momento do aquário, com essa quantidade de corais, está começando a ser necessário uma dosagem um pouco maior, e por isso inclusive estava em busca daquele produto da Tropic, o All for reef (https://www.tropic-marin-smartinfo.com/pt/minerals/all-for-reef.html). Me falaram que não está vindo nas importações mas que existe uma receita que consegue fazer com os próprios produtos deles, ainda não sei como é essa receita, mas vou estudar a respeito e provavelmente tentarei esse método. O bom é que você consegue repor cálcio, reserva, magnésio e elementos traço numa solução só já balanceada pelo que li do produto. Seria uma mão na roda para usar com uma doadora de uma cabeça só como a X1. Como nunca dosei balling, ainda estou estudando a respeito, mas seria uma saída prática.

Captura de Tela 2020-01-13 às 17.08.41.png

Testo KH quase todo dia, junto com o Reef principal. Restante dos testes faço quando faço do reef também, Nitrato e Fosfato quase não faço nesse aquário, percebi que a variação é pequena, e tenho pouquíssimos animais que geram nutrientes, última vez, há uns 40 dias atrás, estava respectivamente 1 e 0,03. Cálcio uma vez por mês mais ou menos, 410.

Por fim, o que quero dizer é que esta experiência com este aquário e também com outras que tive no principal estão me abrindo a cabeça em relação a busca por alguns números perfeitos ou metas de alguns parâmetros (meu MG do aquário principal é alto, em torno de 1500 e já desisti de baixa-lo pois vejo que os corais crescem bem e estão abertos e, na medida do possível, coloridos).

É muito importante no começo fazer muitos testes, na minha opinião, para ganhar experiência e treinar o "olho" em relação ao que está acontecendo com o aquário versus os parâmetros da água, entender os erros dos testes, os procedimentos, e principalmente, para servir na tomada de decisões e ir depurando a rotina para evitar que alguns parâmetros saiam de controle. Mas entender as fases do aquário marinho e do seu aquário, ter paciência e manter a rotina sem mudanças bruscas, aprendi na carne que é fundamental. E também a estabilidade do KH hoje é um dos únicos parâmetros que persigo com mais rigor.
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#69
Se vai usar o Carbocalcium (que é muito bom) atenção! Não use o Balling da Tropic Marin, são produtos para o mesmo fim.
Claro!

Vou lhe passar uma orientação e sem querer parecer pretensioso, sugiro neste momento não ouvir "amigos" e lojistas.
Exatamente. Quem está me auxiliando nessa são vocês e o Léo Carvalho... Além disso, o Igor, da Coral Vício também me auxilia (ele é um lojista, mas está me ajudando pois ele usa o carbo cálcio em vários aquários e tem uma experiência boa com o produto). Sei que estou em boas mãos, rsrs

Dê chance para apenas uma estratégia:

- meça diariamente a reserva, só ela. Faça isso 3 dias. Talvez já tenha feito e saiba qual o consumo médio diário do seu aquário.
Sim, farei isso. Ontem fiz um teste da reserva por volta de 12:30. Hoje farei um agora (por volta das 14:40). Sei que é extremamente importante fazer no mesmo horário, mas não estava em casa por volta de 12:30! Quando fizer posto os resultados aqui

- comece a dosar o Carbocalcium (e só ele) para elevar a reserva para 7,5 a 8 dKh. Mas atenção!! Não fará isso de uma vez. Adicione a dose diariamente no mesmo horário.
Duas dúvidas:
1. Começo a dosar depois dos 3 dias fazendo os testes de KH, certo?
2. Como calculo essa “dose” do produto?

- a chegar no horário do dia seguinte, antes de adicionar o produto, meça a reserva e observe se continua a cair abaixo do que estava ontem, se manteve ou subiu. Dessa forma vai ajustando a dose muito lentamente.

- é melhor fazer isso em 15/20 dias que elevar tudo no mesmo dia de 5 para 8 dKh. Se fizer isso pode matar seus corais.

- quando equilibrar consumo com reposição continue nessa dose para sempre até que, nas suas medições no mínimo semanais, perceba que precisa subir ou descer a dose diária.

Pronto! Parece complicado mas não é. Siga isso, mas exatamente assim e duvido errar para equilibrar a reserva alcalina do seu aquário.
Sim, farei isso! A única coisa que eu não entendi foi realmente como calcula essa dose inicial. Seria a dose indicada no rótulo do produto? Desculpe minha ignorância, rsrs
Encomendei pela internet, no site da Coral Vício o carbo cálcio ontem de noite. Como escolhi por GolLog, o produto já chegou em Goiânia, apenas tenho que retirá-lo na sede da transportadora! (Farei isso hoje mesmo)
Abs, João
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#70
Pessoal, testes feitos por volta das 15:00. O KH estava em 5,6... Então, teve o consumo de 0,3 dKh em um dia. Não sei se esse consumo maior tem alguma coisa a ver com eu ter demorado 27h para fazer os testes entre ontem e hoje, sendo que o certo são 24h!
Enfim, amanhã testo as 15:00 novamente e podemos comparar os resultados
Agora vou ir buscar o carbo cálcio já!
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#71
Um relato aproveitando o tópico:
Antes de mais nada, excelente relato!

Montei um nano mais ou menos na época que você montou seu aqua. Tem 170L Era pra ser um mudário provisório para corais do aquário principal e para alguns corais que queria tirar de lá para acertar o layout e até vender e também funcionar como quarentena passiva e quarentena de corais.

Ciclei com o método de dosar amônia e bactérias para diminuir o tempo de ciclagem, segui o procedimento que li aqui no fórum e deu certinho. De lá pra cá, faço TPA's mais volumosas, em torno de 15 a 20% por semana pensando justamente em repor os elementos. E acerto os parâmetros que estão um pouco fora do que desejo para o aquário na própria água de TPA. Principalmente o KH, mas já dosei carbocalcium também na água de TPA para ajustar.

Hoje ele está assim como a foto abaixo (foto de ontem - sorry pela qualidade!). Com corais diversos, tridacnas que consomem cálcio e reserva pra caramba, SPS's, softs, LPS, etc. Como pode ver, está bem cheio de corais que demandam todos os elementos, e percebo que acertando o KH principalmente, o aquário está indo super bem. Corais crescendo, abertos, tridacnas felizes, etc. Os sps's são mais simples, calendrium, digitatas, montíporas, mas vejo que as TPA's são fundamentais para reposição dos elementos.
Percebo isso também! Sempre depois das TPA’s aqui os corais ficam bem mais inflados, eles gostam bastante!

Neste momento do aquário, com essa quantidade de corais, está começando a ser necessário uma dosagem um pouco maior, e por isso inclusive estava em busca daquele produto da Tropic, o All for reef (https://www.tropic-marin-smartinfo.com/pt/minerals/all-for-reef.html). Me falaram que não está vindo nas importações mas que existe uma receita que consegue fazer com os próprios produtos deles, ainda não sei como é essa receita, mas vou estudar a respeito e provavelmente tentarei esse método. O bom é que você consegue repor cálcio, reserva, magnésio e elementos traço numa solução só já balanceada pelo que li do produto
Seguinte: o Igor, da Coral Vício, me disse que, conversando com o Hanz, fundador do balling original, descobriu que poderia misturar, em uma proporção correta, o produto carbo cálcio junto com o bio magnésio, ambos da Tropic Marin, formando assim, uma solução iônicamente equilibrada que repõe tanto o cálcio, magnésio e kh juntamente, podendo ser dosada em uma dosadora de um bico, como a X1 que escreveu abaixo! Eu só não sei se ele repõe também os elementos traços (igual o da AF)... Vou perguntar para o Igor isso também.
Ele vende essa “mistura” já pronta, do carbo cálcio com o bio magnésio, foi a que comprei inclusive, exatamente o que você está procurando, rsrs.

Seria uma mão na roda para usar com uma doadora de uma cabeça só como a X1. Como nunca dosei balling, ainda estou estudando a respeito, mas seria uma saída prática.
Exatamente! Você chegou no ponto que tinha pensado... Isso que vou fazer!

Testo KH quase todo dia, junto com o Reef principal.
Isso que farei a partir de agora, até atingir a dose correta! Conversando também com o @Leo Carvalho, ele me disse que testa todo dia o KH no reef dele, e com a variação dele, também consegue ver a variação do cálcio e do magnésio, já que todos são ionicamente equilibrados! O KH sem dúvida, é, entre o cálcio e o magnésio, o mais importante!

Restante dos testes faço quando faço do reef também, Nitrato e Fosfato quase não faço nesse aquário, percebi que a variação é pequena, e tenho pouquíssimos animais que geram nutrientes, última vez, há uns 40 dias atrás, estava respectivamente 1 e 0,03. Cálcio uma vez por mês mais ou menos, 410.

Por fim, o que quero dizer é que esta experiência com este aquário e também com outras que tive no principal estão me abrindo a cabeça em relação a busca por alguns números perfeitos ou metas de alguns parâmetros (meu MG do aquário principal é alto, em torno de 1500 e já desisti de baixa-lo pois vejo que os corais crescem bem e estão abertos e, na medida do possível, coloridos).
Também estão abrindo minha cabeça da mesma forma! Interessante que meu magnésio também nunca desce, sempre fica meio alto, na casa dos 1480! Será que isso tem a ver com o sal que usamos? Uso o da AF (Reef Salt), e acho que você usa ele também, certo?

É muito importante no começo fazer muitos testes, na minha opinião, para ganhar experiência e treinar o "olho" em relação ao que está acontecendo com o aquário versus os parâmetros da água, entender os erros dos testes, os procedimentos, e principalmente, para servir na tomada de decisões e ir depurando a rotina para evitar que alguns parâmetros saiam de controle. Mas entender as fases do aquário marinho e do seu aquário, ter paciência e manter a rotina sem mudanças bruscas, aprendi na carne que é fundamental. E também a estabilidade do KH hoje é um dos únicos parâmetros que persigo com mais rigor.
Concordo 100%
Abs, João
 
Likes: Eduardo Dias

Diego Carbonari

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
19 April 2017
343
459
63
40
São Paulo Capital
#72
Será que isso tem a ver com o sal que usamos? Uso o da AF (Reef Salt), e acho que você usa ele também, certo?
No meu caso acho que reponho o consumo do magnésio a uma taxa que se mantém nesse nível por conta da mídia do reator de cálcio que uso, somado a tpa com o sal da AF. Mas como falei, me preocupo mais com o KH e em segundo lugar co o cálcio, magnésio dou uma verificada de vez em quando.
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#73
No meu caso acho que reponho o consumo do magnésio a uma taxa que se mantém nesse nível por conta da mídia do reator de cálcio que uso, somado a tpa com o sal da AF. Mas como falei, me preocupo mais com o KH e em segundo lugar co o cálcio, magnésio dou uma verificada de vez em quando.
Entendi. Aqui é só a TPA mesmo como motivo para o magnésio ser alto... Por isso pensei que fosse o sal!
Realmente o KH é o mais importante
Abs, João
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#74
58466FDB-8C13-49C5-AC7F-872CB2094F1F.jpeg 41D91E3D-2426-4158-95E8-E2725ADE6ADA.jpeg
Carbo cálcio + bio magnésio já em mãos!
Pela indicação do rótulo, devo começar a dosagem com 11ml, e aí, vou, como orientações do @Eduardo Dias, fazendo testes antes de dosar e ajustando a dosagem.
Só uma dúvida: se precisar aumentar/diminuir a dosagem, faço isso em quantos ml? 1? 2? 0,5?
Abs, João
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
14 Junho 2017
2.270
3.277
113
Santana de Parnaíba - SP
#75
Um relato aproveitando o tópico:

Montei um nano mais ou menos na época que você montou seu aqua. Tem 170L Era pra ser um mudário provisório para corais do aquário principal e para alguns corais que queria tirar de lá para acertar o layout e até vender e também funcionar como quarentena passiva e quarentena de corais.

Ciclei com o método de dosar amônia e bactérias para diminuir o tempo de ciclagem, segui o procedimento que li aqui no fórum e deu certinho. De lá pra cá, faço TPA's mais volumosas, em torno de 15 a 20% por semana pensando justamente em repor os elementos. E acerto os parâmetros que estão um pouco fora do que desejo para o aquário na própria água de TPA. Principalmente o KH, mas já dosei carbocalcium também na água de TPA para ajustar.

Hoje ele está assim como a foto abaixo (foto de ontem - sorry pela qualidade!). Com corais diversos, tridacnas que consomem cálcio e reserva pra caramba, SPS's, softs, LPS, etc. Como pode ver, está bem cheio de corais que demandam todos os elementos, e percebo que acertando o KH principalmente, o aquário está indo super bem. Corais crescendo, abertos, tridacnas felizes, etc. Os sps's são mais simples, calendrium, digitatas, montíporas, mas vejo que as TPA's são fundamentais para reposição dos elementos.

Neste momento do aquário, com essa quantidade de corais, está começando a ser necessário uma dosagem um pouco maior, e por isso inclusive estava em busca daquele produto da Tropic, o All for reef (https://www.tropic-marin-smartinfo.com/pt/minerals/all-for-reef.html). Me falaram que não está vindo nas importações mas que existe uma receita que consegue fazer com os próprios produtos deles, ainda não sei como é essa receita, mas vou estudar a respeito e provavelmente tentarei esse método. O bom é que você consegue repor cálcio, reserva, magnésio e elementos traço numa solução só já balanceada pelo que li do produto. Seria uma mão na roda para usar com uma doadora de uma cabeça só como a X1. Como nunca dosei balling, ainda estou estudando a respeito, mas seria uma saída prática.

View attachment 4209

Testo KH quase todo dia, junto com o Reef principal. Restante dos testes faço quando faço do reef também, Nitrato e Fosfato quase não faço nesse aquário, percebi que a variação é pequena, e tenho pouquíssimos animais que geram nutrientes, última vez, há uns 40 dias atrás, estava respectivamente 1 e 0,03. Cálcio uma vez por mês mais ou menos, 410.

Por fim, o que quero dizer é que esta experiência com este aquário e também com outras que tive no principal estão me abrindo a cabeça em relação a busca por alguns números perfeitos ou metas de alguns parâmetros (meu MG do aquário principal é alto, em torno de 1500 e já desisti de baixa-lo pois vejo que os corais crescem bem e estão abertos e, na medida do possível, coloridos).

É muito importante no começo fazer muitos testes, na minha opinião, para ganhar experiência e treinar o "olho" em relação ao que está acontecendo com o aquário versus os parâmetros da água, entender os erros dos testes, os procedimentos, e principalmente, para servir na tomada de decisões e ir depurando a rotina para evitar que alguns parâmetros saiam de controle. Mas entender as fases do aquário marinho e do seu aquário, ter paciência e manter a rotina sem mudanças bruscas, aprendi na carne que é fundamental. E também a estabilidade do KH hoje é um dos únicos parâmetros que persigo com mais rigor.
Para chegar no All-for-Reef mistura-se Carbocalcium + Biomagnesium + Elements K e A. Não sei a proporção, mas a fórmula é essa
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
14 Junho 2017
2.270
3.277
113
Santana de Parnaíba - SP
#76
View attachment 4216 View attachment 4217
Carbo cálcio + bio magnésio já em mãos!
Pela indicação do rótulo, devo começar a dosagem com 11ml, e aí, vou, como orientações do @Eduardo Dias, fazendo testes antes de dosar e ajustando a dosagem.
Só uma dúvida: se precisar aumentar/diminuir a dosagem, faço isso em quantos ml? 1? 2? 0,5?
Abs, João
Acertar a dose é fácil. Veja que o fabricante indica 5 ml/100 litros. Comece assim.

Use 3 dias, 4 dias, vá medindo alcalinidade diariamente e anotando. Ao final do período, observe se a dosagem está permitindo queda, mantendo ou aumentando o valor da reserva.

Ajuste de 2,5 ml em 2,5 ml para chegar no valor desejado, sempre muito lentamente. Melhor levar 1 mês para chegar na dosagem correta que subir tudo num dia.

Eu deixaria o Biomagnesium de lado nesse momento. Foque na reserva. Nem meça o cálcio para não ficar de paranóia. Faça isso no máximo 1 vez por semana.
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#78
Acertar a dose é fácil. Veja que o fabricante indica 5 ml/100 litros. Comece assim.

Use 3 dias, 4 dias, vá medindo alcalinidade diariamente e anotando. Ao final do período, observe se a dosagem está permitindo queda, mantendo ou aumentando o valor da reserva.

Ajuste de 2,5 ml em 2,5 ml para chegar no valor desejado, sempre muito lentamente. Melhor levar 1 mês para chegar na dosagem correta que subir tudo num dia.

Eu deixaria o Biomagnesium de lado nesse momento. Foque na reserva. Nem meça o cálcio para não ficar de paranóia. Faça isso no máximo 1 vez por semana.
Ok, farei isso! O único porém é sobre o biomagnésio: já comprei ele diluído no carbo cálcio, justamente para ter o equilíbrio iônico! Então não tem como deixar de dosar ele...
Sobre os testes, farei por enquanto apenas o de KH... Depois me preocupo em verificar o cálcio e magnésio
Abs, João
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
14 Junho 2017
2.270
3.277
113
Santana de Parnaíba - SP
#79
Ok, farei isso! O único porém é sobre o biomagnésio: já comprei ele diluído no carbo cálcio, justamente para ter o equilíbrio iônico! Então não tem como deixar de dosar ele...
Sobre os testes, farei por enquanto apenas o de KH... Depois me preocupo em verificar o cálcio e magnésio
Abs, João
O Carbocalcium não provoca desequilíbrio iônico nem gera subprodutos indesejáveis como a elevação dos níveis de sódio, esses são diferenciais da fórmula/produto. Bom trabalho
 

JPedro

Active Member
1 September 2018
320
241
43
Goiânia
#80
O Carbocalcium não provoca desequilíbrio iônico nem gera subprodutos indesejáveis como a elevação dos níveis de sódio, esses são diferenciais da fórmula/produto. Bom trabalho
Sim, está certinho!
Talvez possa ter me expressado errado, mas enfim: ele realmente sozinho não causa o desequilíbrio iônico.
Estou juntando o que você me disse, junto com uns conselhos/dicas do @Leo Carvalho: Iniciei com uma dosagem do produto de 5ml (mais ou menos metade da dose recomendada), e criei uma rotina de dosar todo dia, rigorosamente, num mesmo horário. A partir daí, todo dia antes de dosar faço um teste de KH, e, de acordo com o resultado, aumento/mantenho a dosagem. Hoje já está em 7ml, venho aumentando 1ml por dia. Minha reserva já está em 6,0 e vem subindo aos poucos!
Continuarei fazendo isso até minha reserva atingir os 7 - 8 dKh, para depois, descobrir a dose ideal para ela se manter nesses níveis!
Tudo tem dado muito certo até agora!
Abs, João Pedro
 

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom