Passagem por Skimmer e Anemona Rainbow

25 Junho 2019
13
5
3
28
#1
Bom pessoal, venho por meio dessa ver se alguém consegue resolver a duvida que surgiu em um dos grupos que eu faço parte.

Passagem lenta pelo skimmer é melhor? e pq?

Chegamos a essa duvida pelo seguinte fato:
Se passar lento pelo skimmer maior chances da sujeira se alojar em alguma area do aquario.
Passagem rapida, vai passar tão rapido que o skimmer não vai capitar.

A situação surgiu pq eu fiquei em duvida de por só recalque ou circulação junto no meu nano.
ele tem 50 de comprimento por 42 de altura e 40 de largura. botei uma bomba de 1000l hora de sarlobetter e uma de circulação RW4 da jebão.
Pra passagem lenta pelo skimmer. mas ai surgiu essa duvida.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sabendo as dimensões do meu aquário uma Anemona Rainbow pode ser um dos seres do aquário ou é tipo o Tang e ao longo prazo terei que retirar ela?(só pra ficar claro não vou por tang, só usei de exemplo mesmo.)
 

Ines

Well-Known Member
9 February 2016
146
260
63
Rio de Janeiro
#2
Sobre a anémona, vc precisa lembrar que ela pode se movimentar, não necessariamente vai ficar no local que vc quiser, e mesmo que escolha ela mesma um local, não é garantido que fique ai. Se ela sair a passear dependendo de como vc monte o layout ela pode queimar os corais. Durante as horas em que a iluminação está ligada acostumam se abrir, e elas crescem, então precisa levar em consideração isso também. Um último ponto é pensar que elas se dividem, sem um consenso sobre o motivo que origina esto, então vc começa com uma ao longo do tempo pode terminar tendo varias. Pode vender as irmãs e ficar com uma mesmo, uma ilha dedicada para elas ou montar um aquario só de anêmonas e palhaços.

Da uma olhada em estes outros tópicos que foram abertos recentemente sobre este tema:

Anemonas

Bbt rainbow fechada

Se pesquisar no forum, vai poder achar outros comentários em outros tópicos também.
 
25 Junho 2019
13
5
3
28
#3
Sobre a anémona, vc precisa lembrar que ela pode se movimentar, não necessariamente vai ficar no local que vc quiser, e mesmo que escolha ela mesma um local, não é garantido que fique ai. Se ela sair a passear dependendo de como vc monte o layout ela pode queimar os corais. Durante as horas em que a iluminação está ligada acostumam se abrir, e elas crescem, então precisa levar em consideração isso também. Um último ponto é pensar que elas se dividem, sem um consenso sobre o motivo que origina esto, então vc começa com uma ao longo do tempo pode terminar tendo varias. Pode vender as irmãs e ficar com uma mesmo, uma ilha dedicada para elas ou montar um aquario só de anêmonas e palhaços.

Da uma olhada em estes outros tópicos que foram abertos recentemente sobre este tema:

Anemonas

Bbt rainbow fechada

Se pesquisar no forum, vai poder achar outros comentários em outros tópicos também.
Maravilhoso, muito obrigado pela ajuda @Ines
 


Likes: Ines

Júnio Melo

Born to dive, forced to work!
10 August 2014
5.633
7.223
113
Belo Horizonte
#4
Sobre o skimmer, é uma discussão eterna. Recalque potente pra ter um turnover grande, ou fraco pra ter mais tempo pro skimmer funcionar? Cada um tem uma vantagem. Um recalque lento possibilita ao skimmer tempo para limpar a água que está no sump, mas faz com que a água do display passe menos vezes pelo sump. Um retorno mais forte permite uma troca maior entre o display e o sump, aumentando a chance de uma sujeira efetivamente chegar ao skimmer.
Em resumo, não há uma resposta única. Dê só uma olhada no resultado desta enquete na reef2reef:
https://www.reef2reef.com/threads/poll-return-pump-flow.350434/
 
Likes: Ines

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.750
2.634
113
Santana de Parnaíba - SP
#5
Mateus

Sabe por que talvez seja uma pergunta tão difícil de responder?

Por que o skimmer não é um filtro mecânico, ou seja, ele não "pega a sujeira" que passa através dele como alguns possam imaginar. Ainda que separe alguns elementos maiores como bactérias, plâncton, etc, mas não por filtragem de passagem por uma barreira.

O que o skimmer faz é separar algumas moléculas indesejáveis (e desejáveis também), removendo-as do todo (água presente e circulante do sistema).

Para explorar o funcionamento do aparelho, imagine um tanque com 100 litros de um líquido puro que você adicionou 100ppm de algum componente. Essa é a concentração desse componente.

Agora imagine que, hipoteticamente, o skimmer tivesse a capacidade de separar uma parte desse componente do liquido, assim que este passasse por ele a uma determinada velocidade (fluxo).

A água que sair terá uma concentração menor daquele componente, digamos que saia com uma proporção de 85 ppm. Essa quantidade que saiu vai se misturar com o volume total e se diluir.

Agora, o resultado talvez seja uma concentração no líquido total de 99,9909ppm. Se continuar a passar o líquido pelo skimmer, a concentração vai diminuindo pouco a pouco (isso se você não adicionar mais nada daquele componente).

No aquário, o que o skimmer vai separando e retendo vai constantemente sendo produzido novamente. O segredo está em encontrar o equilíbrio entre o que se produz e o que é removido.

É uma equação complexa que envolve quantidade de animais x alimentação x volume do solvente x processadores (algas, bactérias, microvida) x removedores mecânicos e químicos x processos naturais de oxidação, etc, etc.

Por isso, a dica em geral é superdimensionar um pouco nos sistemas de remoção e subdimensionar nos de geração e, aos poucos, ir aumentando esse segundo de acordo com a capacidade de resposta do sistema.

Abs
 

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom