Aquário do Membro Aquário Ledo

10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#1
Vou apresentar meu aquário marinho.

Esse foi o primeiro, e até então o único aquário marinho que tive, embora tenha tido vários aquários de água doce.

Um pouco da história:

O display era usado em um aquário plantado, e foi adaptado para o modelo de overflow de caixa externa.
O móvel, construído por um marceneiro, foi adaptado por mim para receber o sump.
A montagem é a mesma desde o inverno de 2009, não guardo a data exatamente.

Em janeiro de 2011, tive de mudar de residência, e o aquário foi todo desmontado e remontado no outro local.
Entretanto, a única modificação foi em relação ao substrato, que foi lavado (ao menos o que deu para lavar).

Após a mudança, seguiu-se um período conturbado, com muitos afazeres pessoais, e o aquário foi praticamente abandonado.
Por inúmeras vezes pensei em desmontar para dar um tempo no aquarismo.

Nesse período de dois anos e pouco, as únicas modificações foram a troca do skimmer, de um Reef Octopus Extreme 1500, barulhento, por um Laranjinha do Basso.
A eficácia foi absolutamente a mesma.

Outra coisa interessante nesse período de abandono é que relaxei o meu pensamento em relação a TPAs.
8 meses sem fazê-las e nenhuma modificação de parâmetros.

segue...
 
Last edited by a moderator:
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#2
No início de 2012, mudança completa. Decidi não só levar adiante o aquarismo, como decidi montar um aquário maior.
Esses planos de montagem de um outro aquário tiveram de ser adiados, e o projeto aumentou ainda mais de tamanho, mas isso é outro papo.

Visando um aquário maior, adquiri um skimmer maior, uma Vortech para substituir as Koralias, um chiller melhor para substituir o Pinguim 1/3 HP, e uma dosadora para Balling, para substituir a quase inexistente reposição de cálcio e alcalinidade via Biocalcio, quando eu lembrava de dosá-lo.

Nessa época, a configuração estava assim:

Aquário:

100cmx50cmx50cmx8mm, travas francesas.
Sistema de descida através de caixa externa[/URL] traseira, sistema com um ladrão.
O vidro de fundo é “pintado” com cola de silicone preta.

Sump:
75cmx41cmx40cmx8mm, sem divisórias.

Substrato:
DSB com 7 a 8 cm de "aragonita nacional", ~2mm

Aquascaping:
“Rochas vivas”, não faço idéia de quantos quilos.

Filtragem:
Skimmer Deltec AP 701 alimentado por uma SB1000
Reator Phosban 150, com Phosban e Hydrocarbon II

Outros Equipamentos:
Recalque: SB2000, enviando água para o aquário (+ou- 1,5x/hora), para o chiller e, o que sobra, recirculando para o sump.
Chiller: Teco TR20
Aquecimento: ViaAqua 300W + Visi-Therm 200W

Circulação:
1 Vortech MP40w ES

Iluminação:
6 x T5 39W URI
Calha chinesa Hopar

Automações:
Reposição de elementos via Balling, com uma dosadora BM.
Reposição de água doce por bomba, regulada por duas Eclusas em série

Animais:
Yellow Tang
Blênio Bicolor
Casal Ocelaris
2x Neon Goby (acredito que um casal)
1 Cardinal Pijama

Corais:
Corais moles, LPS, e alguns SPS.

Parâmetros:
Temperatura: 26.0-27.0
Salinidade: 1025
Cálcio: 470 (ainda estava regulando o Balling)
Alcalinidade[/URL]: 8 dH
Magnésio[/URL]: 1200
Nitrato[/URL]: indetectável pelo teste Salifert
Fosfato[/URL]: indetectável pelo teste Salifert
pH, ORP, nitrito, amônia, silica: não meço

E ele estava assim, quase vazio depois de tanta negligência:














segue...
 
Last edited by a moderator:
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#3
Evoluindo, troquei a iluminação por duas calhas LED, AI Vega.

As T5 da URI nunca foram mau comentadas, mas acredito que os meus reatores não eram lá essas coisas.

Após a manutenção dos níveis de cálcio e alcalinidade pelo Balling, e a troca da iluminação, o aquário começou a reagir.
Vieram uma nova rodada de SPS, e no início de 2013 ele já estava assim:



















 


10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#6
Let's do it.

Bom, coral é tudo igual. É só você dar luz, cálcio, alcalinidade, água de qualidade e ter sorte e eles crescem.

Com o andamento da coisa, começou a vislumbrar-se um problema: o aquário não cresce.

No final de 2013, o planejamento do aquário novo passou a ganhar contornos definidos, e o aquário começou a sentir a superpopulação.

Um ano e dois meses antes ele estava assim:



E agora a cara dele era essa:



No final daquele ano, tive o primeiro problema sério da história desse aquário.

Copio o relato aqui:

Em quase 3 anos da montagem, e em quase 5 anos com aquários marinhos, esse mês aconteceu a primeira zica da história.

Quebrei muito a cabeça para entender o que aconteceu, e mesmo assim só tenho uma hipótese que não se encaixam.

De repente, de um dia para o outro, em um processo que durou nem dois míseros dias, o que aconteceu:

1) Morte de 95% de minhas mini-cloves. Eu tinha o aquário lotado delas. 90% do vidro traseiro (100x50) forrado de mini-cloves, todas as rochas forradas com elas. Elas chegavam a se reproduzir sexualmente, para o meu desespero. Morreram praticamente todas, e os focos que restaram estão marrons, e não mais azuis.
2) Desaparecimento de uma green chromis (a última).
3) Desaparecimento de um dos dois neons goby
4) Uma kenia tree de uns 2kg sentiu, mas se recuperou em dois dias
5) As anêmonas sentiram, mas também se recuperaram, no dia seguinte.
6) Alguns poucos SPS com perda de cor (indo para o marrom)

E só.
  • Todos os outros peixes muito bem, obrigado.
  • A maioria dos SPS sem perda de cor.
  • Todos os outros corais super saudáveis, inclusive outros corais moles.
  • O skimmer, obviamente, produziu feio doido, retirando toda a massa morta. Sorte de tê-lo.
  • O fosfato passou de indetectável para 0,11 no teste da Hanna. É explicado, pela imensa carga orgânica que foi liberada na água, e o que explica a perda de coloração de alguns SPS.
  • Nitrato indetectável (DSB é DSB)
  • Ca, KH, Mg, tudo ok como sempre.
  • pH, monitorado pelo Apex, estável.
  • ORP, monitorada, com uma leve queda, mas quase imperceptível: andava com o mínimo de 325 e baixou para 316, recuperando no dia seguinte.
  • Temperatura estável, sem variações. No dia do caos, variou 0,4 graus.
  • Peixes sem apresentar nenhum tipo de doença nem nos dias anteriores, nem nunca, para falar a verdade. Os desaparecidos, comendo como sempre.


Não fiz absolutamente nada diferente. Eu, de verdade, mal encosto no aquário.
Ninguém chegou perto dele. Estava sozinho em casa nos dias anteriores e no dia do acontecimento.


A única coisa que aconteceu foi a troca do filter bag no dia anterior. Era um filter bag antigo de doer, já nem funcionando direito.
Ele havia descansado em um balde com cloro, lavado e enxaguado, como sempre, secado, e guardado há alguns dias, no mesmo lugar de sempre.
Como sempre faço.

Cloro residual? Outro elemento tóxico (a caixa dos filter bag limpa, intacta, como sempre)?
Intoxicação afetando corais (moles e só alguns deles) e só dois peixes? Mais nada? Muito estranho.

Enfim, zica é zica. Uma hora, acontece.
 
Last edited by a moderator:
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#10
Alguns corais e peixes a mais, comprei duas calhas da AI Hydra, já pensando no novo projeto, e comecei a usá-las.

Dia 15 de janeiro de 2014 a remontagem do aquário completou 3 anos.

O resumo da situação era esse:

Filtragem:
Skimmer Deltec AP 701 alimentado por uma SB1000,
Não estava mais usando o Reator Phosban 150. Não estou mais usando Phosban. Carvão, só de vez em quando, por pouco tempo.

Outros Equipamentos:

Recalque: Eheim Compact 3000+, enviando água para o chiller, que despeja no aquário, cerca de 6 vezes o volume do aquário por hora.
Chiller: Teco TR20
Aquecimento: 2x Eheim Jager 250W

Circulação:
1 Vortech MP40w ES

Iluminação:
2x Aquaillumination Hydra

Automações:
Reposição de elementos via Balling, com uma dosadora BM.
Reposição de água doce por bomba, regulada por duas Eclusas em série

Animais:
Yellow Tang
Blênio Bicolor
Casal Ocelaris
Neon Goby
Cardinal Pijama
Mandarim
Hepatus

Corais:
Corais moles, LPS, e alguns vários SPS.
Adiante eu listo eles (nem eu sei direito
) --> continuo sem saber

Manutenção:
Alimentação diária dos peixes
Limpeza do vidro semanal
TPA bem de vez em quando, sem ter uma rotina. Cheguei a ficar quase um ano sem fazer.
Verificação mensal das bombas.

ControleNeptune System APEX



Parâmetros atuais (14/01/14):

Salinidade: 1025
Cálcio: 380
Alcalinidade: 8dH
Magnésio: 1400
Nitrato: indetectável pelo teste Red Sea Pro
Fosfato: indetectável pelo teste Hanna
Potássio: >400
Nitrito, silicato e amônia: não meço

E ele estava assim:



 
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#12
A situação atual do aquário:

- Ca: 390
- KH: 7
- MG: 1350
- Temperatura: entre 25.5 e 26.5
- Salinidade: 1025
- Fosfato: zero (Salifert)
- Nitrato: zero
- Potássio: 400

O aquário está, de forma evidente, superpopulado.
Entrou aí mais um Red Hawkfish.
O mandarim desapareceu. As centenas de copépodes que apareciam em todo o lugar foram consumidas e ficaram mais raras. Aquário pequeno demais para um mandarim. Pontos a menos para mim.
Mas é a quantidade de corais que faz o aquário ficar excessivamente lotado.
Como estou a poucos meses de montar o aquário maior, fico com pena de me desfazer das colônias e ficar com tocos novamente.

Atualmente, mesmo com o teste Salifert de fosfato zerado, e sem os reagentes para o teste da Hanna, eu reiniciei o uso de Phosban no reator próprio para ele.
Isso porque as algas nos vidros estavam crescendo demasiadamente rápido, indicando um excesso do elemento.

Troquei também o uso de carvão ativado por Purigen, para evitar doença da linha lateral em tangs.

Vamos levando.













De junho de 2014:

 
Last edited by a moderator:
Likes: 2 people
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#13
Algumas curiosidades sobre esse aquário:
  • Desde a primeira montagem, em 2009, nunca foi detectado a presença de nitrato, nem mesmo durante a ciclagem. Na primeira ciclagem foram utilizadas rochas vivas já maturadas e inóculos de substrato de outro aquário. Na segunda montagem, foram utilizadas as rochas maturadas.
  • Durante a ciclagem da segunda montagem, todos os animais foram mantidos em uma caixa d'água com skimmer e rochas, por quase dois meses. Nenhum traço de nitrogenados. PS: nunca medi amônia ou nitrito.
  • Desde a primeira montagem, nunca foi detectado fosfato pelos testes colorimétricos comuns (Salifert, Red Sea). Apenas em alguns momentos os testes eletrônicos da Hanna acusaram alguma coisa.
  • Quando do desmonte da primeira montagem, o substrato não apresentava cheiro de ovo podre, o grande temor dos aquaristas quanto ao DSB.
  • O substrato nunca empedrou
  • O aquário teve problemas com diatomáceas logo após a primeira ciclagem, com a presença de alguns focos de cianobactérias. Na segunda ciclagem, não aparecerem nem uma nem outra. Nunca observei qualquer surto de cianobactérias.
  • O outro problema com algas aconteceu com derbésias. Tentei em vão o uso de vodka, sem resultado. Elas desapareceram com o uso de Algae Fix, na dose recomendada pelo fabricante. Nunca mais tive problemas com algas.
  • Recentemente o aquário ficou 10 horas, em plena noite de inverno, sem energia e com bombas desligadas (falha no sistema de baterias). A água chegou a 20 graus. Encontrei os peixes pela manhã com sinais de hipóxia. Após restabelecida a circulação com baterias, e o retorno da energia, tudo voltou ao normal sem nenhuma perda.
 
Last edited by a moderator:
Likes: 2 people

Leo Carvalho

Well-Known Member
Eu apoio o ReefClub!
18 Outubro 2014
5.398
7.352
113
Nova Friburgo RJ
www.sierrareef.com
#16
Parabéns Ledo, uma das coisas que mais gosto em seu aquário são os corais grandes e muitas vezes dispostos de forma repetitivas, isso trás muita naturalidade ao visual, aqui tenho muitos corais pequenos, mas espero um dia poder ter também corais grandes e algumas colonias repetidas.

muito bom amigo.!
 
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#17
Valeu Leo.

Esse aquário, na verdade, atualmente está mais para lá do que para cá. Vou ver se tiro uma foto dele esse final de semana para vocês verem.
Está lotado, já com prateleira para mudas, esperando ser desmontado para tudo ir para o outro.

Vamos que vamos.
 
10 August 2014
3.886
3.553
113
Caxias do Sul - RS
#19
Manochio,

Terei condições (equipamentos) de manter os dois aquários funcionando ao mesmo tempo.
Isso será, realmente, uma mão na roda.

A única coisa que irá mudar é que o Deltec irá para lá (ou não, estou achando ele pequeno demais, talvez tenha que investir em um novo skimmer), e entrará o Laranjinha no atual.

Sou ortodoxo que nem Pomada Minâncora, então a ciclagem vai demorar bastante.
Posso ir levando os peixes aos poucos e, por último, as rochas e corais do aquário atual.
Mas tudo sem pressa.

:L
 

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom