ALGAS E FLUCONAZOL - Estado da Arte!

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.761
2.644
113
Santana de Parnaíba - SP
12º dia com a dosagem de 9mg/l. Os últimos focos de derbesia começam a ficar acinzentados, acredito que mais 2 a 3 dias o aquário voltará ao regime normal, com o copo do skimmer e o carvão para retirar o residual do medicamento.

Estou bem satisfeito com o resultado.
 
5 Junho 2018
36
15
8
Joinville
Atualizando sobre a xênia pompom, realmente morreu. Cheguei ontem em casa com um pouco de esperança que estaria melhor, mas não. Está se desmanchado e o tecido do corpo com buracos.

Se foi coincidencia eu não sei, mas fica o alerta para quem for usar fluconazol e tiver xênia no aquário.

Os demais corais, além de peixes e invertebrados, não apresentam nenhuma reação com o fluconazol.

Agora ao motivo de ter usado o fluconazol, as algas.

WhatsApp Image 2019-02-05 at 8.38.34 AM.jpeg

O que eu já pude notar é que parecem que foram afetadas. Antes em tufos, agora estão a formar longos fios que logo se soltam e são levados.

Info: Eu realmente não sei sobre o silicato da minha reposição, fui a uma loja fazer o teste porém eles não o tinham. No TDS obtenho a marcação zerada. Uso um filtro DI 3 estágios, sendo nesta ordem, polipropileno , carvão e resina mista. Último teste que eu fiz na loja para nitrato e fosfato obtive o resulta de 10 e 0,25. Aquário montado em 7/10/2018.
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.761
2.644
113
Santana de Parnaíba - SP
Tiago

Não sou o maior especialista e em geral, erro algas por foto, mas observo que tem uma infestação pesada aí.

Me parecem diatomáceas, algas que adoram silicato. Seria interessante mesmo testar sua água e, quando puder, adicionar uma membrana de osmose reversa, além de cuidar da manutenção do DI. TDS zerado não diz muita coisa em relação à sílica.

Fosfato também está bem alto e se puder reduzir também o nitrato, terá uma batalha mais fácil contra algas em geral.

Seu aquário é novo, há três razões, portanto para ter tanto os números, quanto esse excesso de algas. Qualidade da água que está usando, excesso de animais e/ou de alimento.

Procure corrigir isso antes de qualquer tratamento e, se precisar, conte com os amigos aqui para dicas.
 

Jose Mayo

Moderator
Staff member
10 August 2014
2.402
2.926
113
Rio de Janeiro
www.reefclub.com.br
Atualizando sobre a xênia pompom, realmente morreu. Cheguei ontem em casa com um pouco de esperança que estaria melhor, mas não. Está se desmanchado e o tecido do corpo com buracos.

Se foi coincidencia eu não sei, mas fica o alerta para quem for usar fluconazol e tiver xênia no aquário.

Os demais corais, além de peixes e invertebrados, não apresentam nenhuma reação com o fluconazol.

Agora ao motivo de ter usado o fluconazol, as algas.

View attachment 574

O que eu já pude notar é que parecem que foram afetadas. Antes em tufos, agora estão a formar longos fios que logo se soltam e são levados.

Info: Eu realmente não sei sobre o silicato da minha reposição, fui a uma loja fazer o teste porém eles não o tinham. No TDS obtenho a marcação zerada. Uso um filtro DI 3 estágios, sendo nesta ordem, polipropileno , carvão e resina mista. Último teste que eu fiz na loja para nitrato e fosfato obtive o resulta de 10 e 0,25. Aquário montado em 7/10/2018.
Olá, Tiago, boa noite!

Em relação à xênia, e a uma possível resposta deletéria desse animal ao uso do fluconazol, não é esperado que ocorra. Não vou afirmar aqui que não existam outros relatos de efeitos semelhantes em xênias ou outros corais, mas, se existirem, são certamente muito raros frente aos muitos relatos de resultados inócuos. Entretanto, e ainda em relação à xênia, do mesmo modo que são comuns os relatos de multiplicação explosiva deste e outros octocorais (considerados, por alguns aquaristas, como pragas invasivas), são também muito comuns relatos de derretimento de xênias e outros octocorais em muitos aquários ao redor do mundo, de modo abrupto e sem causa identificada, pelo que não se afasta, também aqui, a possibilidade de coincidência, entre a morte da xênia e o uso do fluconazol.

Dito isso, também não afasto a possibilidade de uma resposta inesperada de qualquer animal, em relação a qualquer medicamento. Como exemplo, embora o fluconazol seja um medicamento de uso humano e seja muito usado entre humanos e, esse uso entre humanos, tenha um nível de risco tão baixo e relatos de efeitos colaterais tão raros que até permitem que seja adquirido sem receita, eventualmente, como que confirmando a regra, podem ocorrer reações alérgicas graves e até casos de hepatites fulminantes, que podem levar ao óbito.

Do mesmo modo que um ou dois relatos de bom resultado não são garantia permanente de bons resultados, um ou outro relato de resultado adverso não é necessariamente um impeditivo permanente a uma indicação de uso. Mas é sempre muito útil que sejam feitos os relatos, tanto dos resultados positivos quanto dos negativos, para que as tomadas de decisão, quanto ao uso ou não de certas abordagens de tratamento, sejam a cada vez mais conscientes e fundamentadas, para o engrandecimento do nosso hobby.

Obrigado por relatar!

Abs
 

Jose Mayo

Moderator
Staff member
10 August 2014
2.402
2.926
113
Rio de Janeiro
www.reefclub.com.br
5 Junho 2018
36
15
8
Joinville
Segunda vez que vou usar fluconazol, tá feia demais a situação. 5 comp para aquário de 80 litros, um pouco mais de 9mg/l.


Ainda sem teste de fosfato e nitrato, silicato indicou um pouco na água de DI (TDS ainda marcando zero).

1553910854051.png


Não sei se somente esse tanto de silicato que entra no sistema geraria e sustentaria toda essa situação com as algas.

1553910605602.png
 

Marcio Gielfi

Original | First9
Staff member
V.Presidente
First9
10 August 2014
2.414
4.243
113
São Paulo -SP
Não sei se somente esse tanto de silicato que entra no sistema geraria e sustentaria toda essa situação com as algas.
Com certeza não é um problema de silicato, voce precisa medir nitrato e fosfato .

Não adianta usar fluconazol se não resolver o desequilíbrio do sistema.

Com este tanto de algas, é provável que as medições de nitrato e fosfato nem estejam tão altas, já que as algas estão consumindo muito fosfato e nitrato.
 
24 April 2019
18
17
3
31
Aporá
O
Então, colocando as ideias em ordem aqui...

Quatro longos anos após os meus primeiros relatos sobre os efeitos "inesperados" do Fluconazol sobre as algas difíceis (na verdade efeitos colaterais ocorridos durante um tratamento para fungos, num dos meus A. ocellaris), por efeitos dessa ferramenta maravilhosa que é a internet e pelo esforço de um monte de pessoas curiosas e interessadas no desenvolvimento do nosso hobby, temos hoje ao redor do mundo (do mundo mesmo, sem exagero algum), em todos os bons sites de aquarismo, centenas e talvez milhares de relatos de experiências de sucesso e igual número de observações pertinentes ao padrão de atuação do Fluconazol, tanto em relação as "algas alvo" quanto ao modo como cada um desses pioneiros embarcaram nessa ideia e a EXPERIMENTARAM.

Num dos sites mais prestigiados dos Estados Unidos, o REEF 2 REEF, pelo trabalho conjunto de um grupo de bons aquaristas capitaneados pelo membro NCreefguy, foi criado um FAQ (clique no link), que reproduzirei mais abaixo tecendo algumas considerações...

Aguardem...

Abs
Obrigado Dr. Mayo! Pela orientação que me deu pelo WhatsApp, li todo o tópico e vou pôr em prática amanhã, e posteriormente a descontar aqui minha experiência com o fluconazol. Ao contrário de outros, se dedicou mais a ajuda do que criticar ou fazer chacota com a dificuldade de um iniciante, isso é importante para que o hobby ganhe novos adeptos, pois nós (novatos) por vezes nos sentimos constrangidos por outros mais experiência que por vezes não nos levam a sério ou menosprezam nossas dúvidas.
Me tornei seu fã. Só tenho a agradecer.
 
Likes: Tiago F Alves

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom