Ajuda no tratamento de algas

1 September 2018
90
27
18
#41
Bom dia JPedro!
Vejo nos posts acima que os companheiros já mapearam boa parte dos problemas e soluções... de fato, se com todas essas algas e mídias removedoras de fosfato ele ainda é detectável, e em níveis muito altos (o alvo a alcançar é em torno de 0,03 ppm, no máximo), a leitura disso é que algo ou alguma coisa está deixando os teus parâmetros muito alterados... seria interessante você descrever a tua rotina de cuidados e rodar uma série de testes, especialmente dos nutrientes nitrato e fosfato, mas também da alkalinidade, do potássio e do magnésio, que interferem bastante, e positivamente (para elas), no metabolismo das algas.

A ideia do Eduardo Dias, se colocando à disposição para observar ao microscópio as algas do teu aquário, é fundamental no deslinde da aparente resistência ao Fluconazol. Dessa simples observação, e sem nenhuma dificuldade, é possível verificar se a estrutura do filamento dessas algas possui divisões celulares verdadeiras (aspecto de talo de bambu), ou falsas (não se observam as divisões dos gomos, como no bambu). No primeiro caso seriam algas multicelulares, do tipo da Chaetomorpha sp, da Cladophora sp e da Cladophoropsis sp, todas pertencentes à familia Cladophoraceae e muito resistentes, ou imunes, ao Fluconazol. No segundo caso (sem verdadeiras divisões celulares), seriam algas da extensa ordem Bryopsidales, que inclui a própria Bryopsis sp (muito sensível) e a Derbésia sp (um pouco mais resistente, mas sensível).

Outra coisa importante a ter em conta é a iluminação (especialidade do mestre Márcio Gielfi), já que, pelas particularidades do seu mecanismo de ação, o Fluconazol somente vai agir NO CRESCIMENTO da alga, ao alterar a composição e resistência da sua parede celular ao meio ambiente, bloqueando a síntese de um lipídio estrutural presente na parede celular; O que ocorre é que alguns tipos de algas, especialmente as cenocíticas, que são as algas cujas estruturas não possuem divisões celulares verdadeiras, funcionando na prática como algas unicelulares, quando sofrem o dano imposto às pontas de crescimento, pelo Fluconazol, toda a alga fica comprometida. Já nas algas multicelulares, mesmo que as paredes das suas pontas de crescimento sejam alteradas pelo Fluconazol, as paredes das outras células (que estão já formadas e íntegras), não o são, ou seja, nesses casos o Fluconazol queima as pontas (a alga não cresce), mas não elimina a alga.

Do dito, para que a alga morra por efeito do Fluconazol ela precisa crescer, por isso a iluminação adequada ao crescimento da alga ajuda a matá-la. Se a alga começa começa a crescer e morre, caso da Bryopsidales, é tranquilo supor que se trata de uma alga que se comporta como unicelular e o Fluconazol teve efeito algicida (matou de morte matada), mas se a alga para de crescer, mas não morre, devemos supor que é uma alga multicelular e, nesses casos, o Fluconazol funciona como algistático (apenas paralisa o crescimento, mas não mata). A segunda condição vai demandar a retirada manual das algas, sob pressão da ação do Fluconazol, servindo este para que aquelas não rebrotem e para que os seus esporos não sejam viáveis.

Quanto aos parâmetros, se não forem controlados vão dar condições, não só a manutenção das algas residuais, como à reinfestação por algas, do aquário, sejam as remanescentes não alcançadas pelo tratamento, ou vindas da atmosfera (esporos em aerossóis), ou de qualquer coisa molhada que você coloque no aquário.

Esperando haver ajudado,

Forte abraço!
Primeiramente, muito obrigado pela ajuda Mayo, de verdade! Fico honrado por você e os outros aquaristas estarem me ajudando
Bom, sobre a minha rotina de cuidados, mantenho meu reef assim:
1.Alimento meus peixes 1x por dia com as rações que mencionei nos últimos posts;
2. Doso balling da Reef Itanhaém 1x por dia manualmente, 5ml de reserva alcalina, 2ml de cálcio e 1ml de magnésio. Fora isso, doso 15ml por semana de elementro traços para os corais;
3. Faço uma TPA a cada 15 dias de 10% do volume total, com água de RO (TDS 000) e sal sa Seachem Vibrant Sea;
4.Toda TPA, troco o perlon e a cada 1 mês, troco o carvão ativado da Ocean Tech;
5. Limpo os vidros e rochas 1x por semana;
6. A cada 2 meses, desmonto minha bomba de recalque e skimmer para limpar;
7.Limpo o copo do skimmer (NY cone 300) a cada 10 dias.

Sobre os testes, os parâmetros estão assim:
Cálcio: 410
Magnésio: 1280
KH: 7,3
Fosfato: 0,28
Nitrato: 1
Salinidade: 1025

Muito obrigado pela aula, literalmente, que foi esse seu post!
 
Likes: Marcio Gielfi
1 September 2018
90
27
18
#42
Eu não tive boas experiencias com esta marca, nunca usei o removedor, mas para ter certeza que ele funciona, pega um pouco de água do seu aquário e joga um pouco deste removedor na mesma proporção de voce usa no seu aquário, pode ser um copo mesmo, mexe com uma colher de vez em quando e quando levar a água para testar, testa esta ai para ver se zerou.

Porque está estranho ter removedor, este tanto de algas e ainda sim detectar o fosfato.

Veja também qual a marca de teste que a loja usa.

Seu nitrato está um pouco baixo em relação ao fosfato, mas acho que dá para voce usar carbono para reduzir nitrato e fosfato , e depois voce volta com o removedor para tirar o que está sobrando de fosfato.
Entendi, vou fazer esse teste e posto os resultados aqui!
A loja usa o teste digital de fosfato da Hanna, bem preciso
Sobre a dosagem de carbono, que fonte me recomenda dosar? Qual a quantidade por dia? Como funcionaria isso?
 
1 September 2018
90
27
18
#43
Que força tarefa hein!

@JPedro, realmente é estranho todo o foco das algas serem nas rochas. Sabe a origem dessas rochas? Fez algum tratamento nelas antes de colocar no aquário?
Realmente, muitos estão me ajudando!
Sim, diferente de todas as algas que já enfrentei, essa fica praticamente só nas rochas, bem pouco no substrato. Sobre as rochas, são naturais e comprei de uma loja aqui na minha cidade. Pelo que sei, antes de mim já tinham sido usadas em outro aquário, foram pegadas em um desmonte. Quando as comprei, apenas lavei (burrice minha, poderia ter feito um tratamento) com água da torneira. O substrato, sei que não perguntou, mas a título de curiosidade, é o Reef Sand da MBreda (no novo aquário que estou montando vou usar outro)
 

Marcio Gielfi

Original | First9
Staff member
V.Presidente
First9
10 August 2014
2.406
4.236
113
São Paulo -SP
#44
Entendi, vou fazer esse teste e posto os resultados aqui!
A loja usa o teste digital de fosfato da Hanna, bem preciso
Sobre a dosagem de carbono, que fonte me recomenda dosar? Qual a quantidade por dia? Como funcionaria isso?

Quanto ao teste, sim se for o low range é super preciso !!

Sobre carbono, voce pode usar vodka sem sabor, a pura mesmo, pode ser smirnoff ou até mesmo Orlof , começe com 1 ml para cada 100 litros 1 vez ao dia, depois de 5 dias meça o nitrato, se ainda for detectável, aumente a dose para 2 ml para cada 100 litros 1x ou 2x ao dia ( neste caso divida a dose) , depois de mais 5 dias meça o nitrato, ainda sendo detectado aumente para 2,5 ml para cada 100 litros.

é uma dose bem conservadora.

Um bom indicador se o carbono está funcionando é ver se as algas estão amarelando indo para o marrom, isto vai ser um sinal que estão passando fome por falta de nitrato ( que no seu caso vai zerar primeiro que o fosfato)

Mesmo zerando o nitrato, não quer dizer que não há, pois como já dito, o teste mede o diferencial entre o produzido e consumido, mas ja é um bom indicador.
 
1 September 2018
90
27
18
#45
Quanto ao teste, sim se for o low range é super preciso !!

Sobre carbono, voce pode usar vodka sem sabor, a pura mesmo, pode ser smirnoff ou até mesmo Orlof , começe com 1 ml para cada 100 litros 1 vez ao dia, depois de 5 dias meça o nitrato, se ainda for detectável, aumente a dose para 2 ml para cada 100 litros 1x ou 2x ao dia ( neste caso divida a dose) , depois de mais 5 dias meça o nitrato, ainda sendo detectado aumente para 2,5 ml para cada 100 litros.

é uma dose bem conservadora.

Um bom indicador se o carbono está funcionando é ver se as algas estão amarelando indo para o marrom, isto vai ser um sinal que estão passando fome por falta de nitrato ( que no seu caso vai zerar primeiro que o fosfato)

Mesmo zerando o nitrato, não quer dizer que não há, pois como já dito, o teste mede o diferencial entre o produzido e consumido, mas ja é um bom indicador.
Sim, o teste é o low range mesmo
Entendi, mas não teria como fazer a aplicação de carbono com vinagre? É melhor pois já tenho aqui em casa...
 

Marcio Gielfi

Original | First9
Staff member
V.Presidente
First9
10 August 2014
2.406
4.236
113
São Paulo -SP
#46
Sim, o teste é o low range mesmo
Entendi, mas não teria como fazer a aplicação de carbono com vinagre? É melhor pois já tenho aqui em casa...

Dá sim, precisa ser o ideal é o vinagre de arroz sem sabor , que é o que eu uso aqui atualmente ( mas tenho Vodka também, até para consumo próprio rsrsrs )

No caso do vinagre, ai a dose é 4x maior, começa com 4 ml e vai multiplicando por 4 os volumes que postei.
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.750
2.634
113
Santana de Parnaíba - SP
#47

Coloquei a porção de ração que uso do lado de uma moeda de 50 centavos, acho que dá pra comparar melhor


Enviado do meu iPad usando Tapatalk
Tirando
Boa tarde pessoal
Primeiramente queria agradecer a todos que responderam e me ajudaram, muito obrigado mesmo!
Bom, vou respondendo as mensagens e perguntas de cada um por partes:

1.Meu nitrato, medi juntamente com o teste de fosfato que deu 0,16, e nesse dia estava marcando 1 no teste da red sea pro;
2.Alimento meus peixes 1x por dia, por volta das 20:30 antes das luzes se apagarem. Sobre os peixes, tenho 2 ocellaris comuns, uma donzela kupang, firefish, radiatus wrasse, yellow watchman e um camarão bailarino (invertebrado);
3. Alimento meus peixes com um mix de ração, sendo composto por Poytara Marinho dia a dia, Thera +A, Dr Bassler Regular e Sera GVG-Mix. Depois desse post mando a foto da colher de café com a ração;
4. Também vou mandar a foto do RO depois desse post;
5. Utilizo um sal da Seachem, o Vibrant Sea;
6. A minha luminária é uma Watt Shine de 180W, uma chinesa mesmo, mas para não ficar tão forte, uso os leds em uma potência bem baixa, quase no mínimo, por um total de 7h e 30 minutos;
7. Não moro em SP, infelizmente. Mas, caso fosse necessário, posso comprar um microscópio de computador nor mercado livre, será que funciona?;
8.Sim, achei bem estranho mesmo, pois muitas pessoas obtiveram sucesso com ess tal medicamento;
9.Utilizei 7 comprimidos, contendo 150mg cada um, dando um total de 1050mg, quase 9mg/l;
10.Meu aquário mais o sump dá um total de 120 litros;
11.Sim, as algas se concentram quase 100% nas rochas, quase nada no substrato.
1. Além do fosfato residual alto, a relação entre nitrato/fosfato também não ajuda. Com nitrato 1, o fosfato teria que estar em no máximo 0,06 ppm, ideal mesmo até 0,03 ppm como o Mayo mencionou.

3. Tirando a ração Poytara que nunca usei, as demais são tradicionais, contém fosfato, mas na quantidade que mostrou e 1 X ao dia não é para fazer estrago. Reef Roids a cada 15 dias não é para ser a causa, a não ser que jogue 1 colher de sopa aí

2. O número e tamanho de peixes não está exagerado.

4. Seu filtro em tese tem o que precisa. Achei o polipropileno escuro, faz tempo que trocou? E a resina mista? Sabe qual versão da resina mista está usando?

5. É um sal bem referenciado. Faltou saber qual sua rotina de TPA

6. Na luminária, reduza um pouco do canal branco por um tempo. Não é a causa, mas ajuda a a retardar um pouco o crescimento enquanto não zera outros problemas. O fotoperíodo está ok.

7. Não usei desses microscópios USB ainda, talvez alguém do fórum possa nos ajudar nisso. Ter um equipamento desses em casa, mesmo simples, sempre é válido.

8. Muita gente mesmo, no Brasil e outros países. Eu já usei com bom resultado

9. A quantidade está correta. Quando usei era de outro laboratório. Formulações ruins são sempre uma possibilidade, infelizmente

11. Esse fato é um pouco intrigante
 
Likes: Marcio Gielfi
1 September 2018
90
27
18
#48
Dá sim, precisa ser o ideal é o vinagre de arroz sem sabor , que é o que eu uso aqui atualmente ( mas tenho Vodka também, até para consumo próprio rsrsrs )

No caso do vinagre, ai a dose é 4x maior, começa com 4 ml e vai multiplicando por 4 os volumes que postei.
Vou começar a fazer o uso do vinagre hoje mesmo, então
 
1 September 2018
90
27
18
#49
Tirando


1. Além do fosfato residual alto, a relação entre nitrato/fosfato também não ajuda. Com nitrato 1, o fosfato teria que estar em no máximo 0,06 ppm, ideal mesmo até 0,03 ppm como o Mayo mencionou.

3. Tirando a ração Poytara que nunca usei, as demais são tradicionais, contém fosfato, mas na quantidade que mostrou e 1 X ao dia não é para fazer estrago. Reef Roids a cada 15 dias não é para ser a causa, a não ser que jogue 1 colher de sopa aí

2. O número e tamanho de peixes não está exagerado.

4. Seu filtro em tese tem o que precisa. Achei o polipropileno escuro, faz tempo que trocou? E a resina mista? Sabe qual versão da resina mista está usando?

5. É um sal bem referenciado. Faltou saber qual sua rotina de TPA

6. Na luminária, reduza um pouco do canal branco por um tempo. Não é a causa, mas ajuda a a retardar um pouco o crescimento enquanto não zera outros problemas. O fotoperíodo está ok.

7. Não usei desses microscópios USB ainda, talvez alguém do fórum possa nos ajudar nisso. Ter um equipamento desses em casa, mesmo simples, sempre é válido.

8. Muita gente mesmo, no Brasil e outros países. Eu já usei com bom resultado

9. A quantidade está correta. Quando usei era de outro laboratório. Formulações ruins são sempre uma possibilidade, infelizmente

11. Esse fato é um pouco intrigante
1. Vou começar a usar uma fonte de carbono e vamos ver o resultado
4. O polipropileno troquei faz 1 mês, está bem sujo mesmo, embora eu faça pouca água. Sobre a resina, uso uma da soma, esta aqui:
https://produto.mercadolivre.com.br...onizadores-ro-produto-a-granel-_JM?quantity=1
5. Faço uma TPA a cada 15 dias de 10%
6. Já reduzi!
7. Será que compensa comprar? Se sim, já encomendo hoje
Abs
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.750
2.634
113
Santana de Parnaíba - SP
#50
1. Vou começar a usar uma fonte de carbono e vamos ver o resultado
4. O polipropileno troquei faz 1 mês, está bem sujo mesmo, embora eu faça pouca água. Sobre a resina, uso uma da soma, esta aqui:
https://produto.mercadolivre.com.br...onizadores-ro-produto-a-granel-_JM?quantity=1
5. Faço uma TPA a cada 15 dias de 10%
6. Já reduzi!
7. Será que compensa comprar? Se sim, já encomendo hoje
Abs
Para 1 mês de troca o polipropileno está bem sujo mesmo, faço mais de 100 litros por semana em casa e troco no mínimo a cada 3 meses. Seria interessante testar a água que está saindo da resina em relação a fosfato e silicato. Não conheço essa resina, vi no anúncio que é 50/50. Na sua próxima compra, procure usar 40% catiônica e 60% aniônica.

TPA - ok

Microscópio não posso opinar
 
Likes: Marcio Gielfi

Gustavo Morábito

Moderador
Staff member
Eu apoio o ReefClub!
17 February 2016
1.709
3.409
113
Americana/SP
#51
Realmente, muitos estão me ajudando!
Sim, diferente de todas as algas que já enfrentei, essa fica praticamente só nas rochas, bem pouco no substrato. Sobre as rochas, são naturais e comprei de uma loja aqui na minha cidade. Pelo que sei, antes de mim já tinham sido usadas em outro aquário, foram pegadas em um desmonte. Quando as comprei, apenas lavei (burrice minha, poderia ter feito um tratamento) com água da torneira. O substrato, sei que não perguntou, mas a título de curiosidade, é o Reef Sand da MBreda (no novo aquário que estou montando vou usar outro)
@Eduardo Dias @Marcio Gielfi não pode ser fosfato blindado nessas rochas? Vai saber o que aconteceu nesse aquário de onde vieram...
 
1 September 2018
90
27
18
#53
Boa tarde
Também desconfio de ser fosfato blindado... Mas a única dúvida minha é de há uns 4 meses, meu fosfato estava em 0,04! O fosfato blindado é liberado com o tempo?
Estou montando um reef novo, e como devo proseguir para eliminar o possível fosfato blidade dessas rochas?
Hoje começo o tratamento com o vinagre
 

Eduardo Dias

Well-Known Member
14 Junho 2017
1.750
2.634
113
Santana de Parnaíba - SP
#54
Boa tarde
Também desconfio de ser fosfato blindado... Mas a única dúvida minha é de há uns 4 meses, meu fosfato estava em 0,04! O fosfato blindado é liberado com o tempo?
Estou montando um reef novo, e como devo proseguir para eliminar o possível fosfato blidade dessas rochas?
Hoje começo o tratamento com o vinagre
Se tiver como tirar uma rocha que esteja com algas, mergulhe em um recipiente com água salgada nova e mantenha aerado se possível. Teste o fosfato uns dias depois, talvez seja possível tirar a prova.
 
1 September 2018
90
27
18
#55
Vou fazer isso então, mas como devo proceder com as rochas antes de montar o meu novo reef? Aue tratamento utilizaria?
Amanhã vou levar a água para tester o fosfato do meu ro e do meu aquário novamente e posto os resultados aqui.
 

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom