Água Reposição - Icos

21 March 2019
38
9
8
28
#1
Boa noite senhores,

Andava pesquisando bastante sobre DIY da água de reposição e sempre fiquei com um pé atrás com a instalação daqueles sensores elétricos simples ligados direto na tomada e na bomba. Mas não sou nenhum expert, muitos falavam sobre relés e etc e nunca entendi.

Descobri a EICOS e encontrei esse manual: http://www.icos.com.br/downloads/controle-nivel-aquario.pdf

Vocês acham esta a melhor opção de montar a reposição com sensor elétrico?
E estava pensando, será que tem problema ligar 3 bóias no contator? (2 do sump, para prevenção caso uma trave, e outra no recipiente de água doce para parar a bomba caso a água diminua abaixo dela)
 
Last edited:

Marcio Vargas

Well-Known Member
3 Novembro 2014
1.471
1.509
113
Veranopolis - RS
#2
Opa,
E ae Guga

Sempre use contator, senão é M na certa.

Quanto a ligar mais de um, é só ligar eles em serie. Eu mesmo tenho aqui (a anos) dois ligados.

No meu caso uso os dois no sump, sendo o segundo redundância do primeiro, caso o primeiro não desarme o segundo pega, mas eu poderia colocar mais um em serie na caixa de reposição para não deixar a bomba trabalhar caso a caixa seque. Em teoria, poderia colocar quantos quiser.



 
21 March 2019
38
9
8
28
#3
Boa, valeu Marcião!

E tu comprou os equipamentos da EICOS mesmo? Qual a lógica da bomba que eu preciso colocar? Tipo, a caixa de reposição vai ficar uns 70 cm do SUMP, mais a altura do sump, digamos. Tanto faz quantos l/h faz né? Desde que aceite uma coluna de água de uns 2 metros.
To pensando em botar 2 no SUMP e 1 na reposição pra não queimar a bomba (pq a memória do tio não é das melhores), ou 1 no SUMP e 1 na reposição, tanto faz.

Obrigado!
 


21 March 2019
38
9
8
28
#5
Boa, como a do manual. Vou fazer isso também, já comprei!!

E a bomba? Qual a lógica que eu preciso colocar? Tipo, a caixa de reposição vai ficar uns 70 cm do sump, mais a altura do sump, digamos. Tanto faz quantos l/h faz né? Desde que aceite uma coluna de água de uns 2 metros.
 

Marcio Vargas

Well-Known Member
3 Novembro 2014
1.471
1.509
113
Veranopolis - RS
#6
Opa,
Desculpe, mas não entendi a pergunta da logica ehehehe

No caso vc quer saber qual bomba usar? Se sim, qualquer uma que vença a coluna de agua, recomendo nesse caso ai uma SB 2000, barata, robusta e muito confiavel.
 

Marcio Gielfi

Original | First9
Staff member
V.Presidente
First9
10 August 2014
2.403
4.230
113
São Paulo -SP
#7
E a bomba? Qual a lógica que eu preciso colocar? Tipo, a caixa de reposição vai ficar uns 70 cm do sump, mais a altura do sump, digamos. Tanto faz quantos l/h faz né? Desde que aceite uma coluna de água de uns 2 metros.
Acho que aqui está havendo uma confusão de conceitos entre coluna de água e distancia para o sump .... coluna de água é a altura manométrica que a água tem que vencer ...
Exemplo para uma bomba de recalque:
Altura entre a coluna de água do sump e a altura da coluna de água do aquário + a perda de carga da tubulação.

No caso de uma caixa de reposição, se ela estiver no mesmo espaço do sump, a diferença manométrica será a diferença entre o altura da água da caixa de reposição e a altura em que a mangueira vai estar além da perda de carga da tubulação, neste caso a diferença de altura é na casa de centímetros e não metros.
 
21 March 2019
38
9
8
28
#8
Acho que aqui está havendo uma confusão de conceitos entre coluna de água e distancia para o sump .... coluna de água é a altura manométrica que a água tem que vencer ...
Exemplo para uma bomba de recalque:
Altura entre a coluna de água do sump e a altura da coluna de água do aquário + a perda de carga da tubulação.

No caso de uma caixa de reposição, se ela estiver no mesmo espaço do sump, a diferença manométrica será a diferença entre o altura da água da caixa de reposição e a altura em que a mangueira vai estar além da perda de carga da tubulação, neste caso a diferença de altura é na casa de centímetros e não metros.
Acho que tu não entendeste. Ela está no armário, embaixo do sump. O Sump é embutido atrás do aquário.
A altura seria a coluna de água do aquário de reposição + diferença entre o fim desta coluna de água até início da base do sump + altura do sump. Não?
 

Marcio Gielfi

Original | First9
Staff member
V.Presidente
First9
10 August 2014
2.403
4.230
113
São Paulo -SP
#9
Acho que tu não entendeste. Ela está no armário, embaixo do sump. O Sump é embutido atrás do aquário.
A altura seria a coluna de água do aquário de reposição + diferença entre o fim desta coluna de água até início da base do sump + altura do sump. Não?
Sim é esta conta, mesmo assim não dá 2 metros, a menos que seu móvel tenha 1,5 mts de altura e seu aquário tenha 50 cm de altura .
 
21 March 2019
38
9
8
28
#12
@Marcio Vargas eu achava que este tópico estava em outro fórum. Foi cagada minha ter aberto aquele outro, se puderem deletar. Vou te responder por aqui:

Fala Marcio, me salvando de novo!

Verdade. Eu não havia pensado em ligar eles em série, faz todo sentido face-with-monocle.

Entendi. É que eu pensava que dava para inverter o NA e NF de acordo com a peça aberta ou fechada (Peça abre e circuito fecha, por exemplo). Vou ter que achar outra maneira de adaptar dentro do meu sump.
Nunca mais compro aquário com sump traseiro pré fabricado. Só sump separado ou se for traseiro pelo menos projetado por mim mesmo. Que tristeza ter que adaptar tudo no modo Magayver.

E me diz uma coisa, qual a altura ideal pra colocar o sensor pra ativar a bomba? Na tua foto ali deve ter o que, uns 5 cm entre cada sensor? Isso não é muita coisa? Meu aquário tem 80L só.
 

Marcio Vargas

Well-Known Member
3 Novembro 2014
1.471
1.509
113
Veranopolis - RS
#13
Opa,
E ae Guga

Cara, mas assim, falando em estrutura física do aparelho, você pode sim inverte-lo para ele alternar o NA e NF em relação a posição do bracinho.

No meu caso os dois sensores estão dentro do sump, caso o de baixo, que é o de produção falhe e comece a encher o sump de água doce, o de cima pega e desarma.

O de baixo é NA com o braço levantado, e quando baixa o nivel, o braço baixa e ele fecha, liberando a corrente. O de cima esta com o braço abaixado e esta NF, ou seja, sempre liberando a corrente quando esta na posição da foto. Só se o nivel subir e atingi-lo, levantando o braço, é que ele "abre" cortando a corrente.

No teu caso seria só colocar mais um em serie "afogado" na caixa de reposição, como ele estaria afogado, o braço ficaria levantado e neste caso com a inversão do braço ele ficaria NF, ou seja, passando corrente. Ao baixar o nivel da caixa o braço cairia ficando NA, ou seja, abrindo a corrente desta forma interrompendo-a e impedindo a bomba de trabalhar seca.

Entendendo a inversão com o Rei do Design Grafico (sarcasmo :cool:).

- Na primeira imagem o imã esta na parte de baixo do braço, então com o braço aberto ele é NF, contato fechado passando corrente. É o sensor do sump que quando baixa o nivel e o braço desce, ele libera a passagem de corrente para a bomba trabalhar.

- Na segunda imagem foi invertido o braço e o imã esta na parte de cima, neste caso com o braço abaixado, ou nivel baixo, ele abre o contato, interrompendo a passagem de energia. É o sensor da caixa de reposição, que quando o nivel esta alto, o braço esta levantado assim fazendo o imã puxar o contato para baixo fechando-o e liberando energia para a bomba trabalhar normalmente, porem quando o nivel cai, o braço desce afastando o imã do contato desta forma abrindo-o, que é o que acontece quando a caixa de reposição seca. Assim interrompe a energia e a bomba para.
Sem título.png
A imagem é boa também para entender a importância da contatora. Sempre que o contato abre e fecha, naquele momento que dura micro segundos gera ali no ponto de toque um pequeno arco elétrico (desses que recebemos videos no zap de transformadores), bem pequeno mesmo. E um arco eletrico nada mais é que uma solda. Essas de soldar metais. Porem esse switch é feito para suportar uma determinada tensão, um desses micro arcos de determinada tensão sem soldar. Porem as bombas quando partem tem um pico de tensão muito maior que a tensão nominal delas, e é esse pico muitas vezes maior que a capacidade deste interruptor que faz ele travar fechado. A função da contatora é justamente absorver estes picos de tensão, liberando uma tensão linear apos ela.
 
21 March 2019
38
9
8
28
#14
Opa,
E ae Guga

Cara, mas assim, falando em estrutura física do aparelho, você pode sim inverte-lo para ele alternar o NA e NF em relação a posição do bracinho.

No meu caso os dois sensores estão dentro do sump, caso o de baixo, que é o de produção falhe e comece a encher o sump de água doce, o de cima pega e desarma.

O de baixo é NA com o braço levantado, e quando baixa o nivel, o braço baixa e ele fecha, liberando a corrente. O de cima esta com o braço abaixado e esta NF, ou seja, sempre liberando a corrente quando esta na posição da foto. Só se o nivel subir e atingi-lo, levantando o braço, é que ele "abre" cortando a corrente.

No teu caso seria só colocar mais um em serie "afogado" na caixa de reposição, como ele estaria afogado, o braço ficaria levantado e neste caso com a inversão do braço ele ficaria NF, ou seja, passando corrente. Ao baixar o nivel da caixa o braço cairia ficando NA, ou seja, abrindo a corrente desta forma interrompendo-a e impedindo a bomba de trabalhar seca.

Entendendo a inversão com o Rei do Design Grafico (sarcasmo :cool:).

- Na primeira imagem o imã esta na parte de baixo do braço, então com o braço aberto ele é NF, contato fechado passando corrente. É o sensor do sump que quando baixa o nivel e o braço desce, ele libera a passagem de corrente para a bomba trabalhar.

- Na segunda imagem foi invertido o braço e o imã esta na parte de cima, neste caso com o braço abaixado, ou nivel baixo, ele abre o contato, interrompendo a passagem de energia. É o sensor da caixa de reposição, que quando o nivel esta alto, o braço esta levantado assim fazendo o imã puxar o contato para baixo fechando-o e liberando energia para a bomba trabalhar normalmente, porem quando o nivel cai, o braço desce afastando o imã do contato desta forma abrindo-o, que é o que acontece quando a caixa de reposição seca. Assim interrompe a energia e a bomba para.
View attachment 1416
A imagem é boa também para entender a importância da contatora. Sempre que o contato abre e fecha, naquele momento que dura micro segundos gera ali no ponto de toque um pequeno arco elétrico (desses que recebemos videos no zap de transformadores), bem pequeno mesmo. E um arco eletrico nada mais é que uma solda. Essas de soldar metais. Porem esse switch é feito para suportar uma determinada tensão, um desses micro arcos de determinada tensão sem soldar. Porem as bombas quando partem tem um pico de tensão muito maior que a tensão nominal delas, e é esse pico muitas vezes maior que a capacidade deste interruptor que faz ele travar fechado. A função da contatora é justamente absorver estes picos de tensão, liberando uma tensão linear apos ela.
Cara, Marcião, te entendi perfeitamente. Obrigado mesmo. E na realidade faz todo o sentido, mas por desconhecimento da peça em si (ou por eu ter sido muito tongo) nem pensei em desacoplar ela e inverter o lado, achei que comprometeria algo. Muito bom, valeu mesmo!

Agora entendi teu 'layout' dos sensores; o de cima é só de segurança. Eu tava fazendo a leitura errada.

Indo adiante nesse assunto agora, alguma vez já te aconteceu do sensor falhar? No meu caso não tenho espaço pra colocar um sensor acima do outro, é sump traseiro e não tenho altura pra pôr o backup acima da água. Tô pensando em colocar um backup do lado, horizontalmente no mesmo nível, mas ainda estou pensando na real necessidade.

Que altura de água é o ideal pra deixar com relação ao sensor (vou aderir ao modo gráfico heheh, e sendo a peça fechada como NA):

Sensor.PNG
 
Likes: Marcio Gielfi

Marcio Vargas

Well-Known Member
3 Novembro 2014
1.471
1.509
113
Veranopolis - RS
#15
Opa,
E ae

Isso mesmo no caso do meu o de cima é só por segurança, uma redundância. Aqui em 3 anos que uso deste modo apenas uma vez ele trabalhou, quando o de baixo travou com o contato fechado. Houve um deposito de sais sobre o braço que acredito tenha "isolado" o pequeno imã. Resolvi com uns 15 minutos de molho no vinagre.

Sobre o nivel, pelo que tenho visto, acho que ele naturalmente ficará no nível 1

:)
 
21 March 2019
38
9
8
28
#16
Opa,
E ae

Isso mesmo no caso do meu o de cima é só por segurança, uma redundância. Aqui em 3 anos que uso deste modo apenas uma vez ele trabalhou, quando o de baixo travou com o contato fechado. Houve um deposito de sais sobre o braço que acredito tenha "isolado" o pequeno imã. Resolvi com uns 15 minutos de molho no vinagre.

Sobre o nivel, pelo que tenho visto, acho que ele naturalmente ficará no nível 1

:)
Fala Marcio,

O meu não funcionou inverter o ímã. Andei pesquisando e até mandei e-mail pro suporte da Eicos.
Pelo que entendi, tem influência do CONTATOR. O meu contator é só de 4 entradas NA, ou seja, ele só passa corrente quando a peça está fechada (ímã próximo), não adianta inverter o ímã, só a posição mesmo. Se eu quisesse passar corrente com a peça aberta, teria que comprar um contator com entrada NF. Foi o que entendi, pelo menos.

Acho que vou apelar para a bóia vertical, no fim até me poupa espaço.
 

Juniortxu

Active Member
4 Janeiro 2016
93
155
33
29
Torixoréu-MT
#18
Aqui eu usei uma mini contatora Weg por um bom tempo. Certo dia ela começou a apresentar um mal contato no momento de fechar, acho que no momento em que o sensor emitia vários sinais de fecha/abre... Então, pesquisando, resolvi colocar um relê temporizador no lugar da contatora. Dessa forma, pelo que entendi, o relê retarda (no meu caso 3 segundos) o "comando" do sensor e não fica "louco" como a contatora ficava. Não sei se é o mais correto, porém está funcionando há alguns meses.
 
Likes: Marcio Gielfi

Membros que estão vendo este Thread (Membros: 0, Convidados: 1)

Top Bottom